Moda, Notícia

Pesquisadora e estilista baiana estrela documentário e comanda intercâmbio

 (foto: Angeluci Figueiredo)

(foto: Angeluci Figueiredo)

 

Via Correio 24 Horas

A estilista baiana Carol Barreto está com agenda cheia este mês. Até amanhã (2/3), ela participa da gravação da terceira temporada da série documental Expresso Brasil, na qual é uma das personagens. A produção é assinada pela Loma Filmes – fusão da Polo de Imagem e Dama Filmes. Carol foi convidada a falar sobre sua criatividade e sua relação com o Recôncavo Baiano.

A direção geral desta temporada, de 20 episódios de 26 minutos, será de Hilton Lacerda – diretor do filme Tatuagem e outros. Ao lado de Hilton, a série conta com um time de cinco diretores: Cláudia Priscila, Joaquim Castro, Kiko Goifman, Mariana Lacerda e Rodrigo Campos. Os episódios serão exibidos no canal Cine Brasil TV em 2016.

No fim do mês, de 26 a 31, a estilista protagoniza outro projeto, desta vez em Chicago, Illinois, nos Estados Unidos. O Desdobramento 4: Circulação internacional da Coleção VOZES: Moda Ancestralidades, um intercâmbio com difusão internacional de trabalho de criação artística. Carol fará uma visita de pesquisa na University of Illinois at Chicago – UIC. Arts Incubator e na Galeria Sector 2337.

 

(Foto: Natan Fox)

(Foto: Natan Fox)

Ela foi convidada pelo Harmonipan Studio com um desdobramento que converge para dois Arts Talks e exposição no Arts Incubator, atrelada à Universidade de Chicago, com uma pesquisa agendada no Setor de Estudos Afroamericanos e uma intervenção na Galeria Sector 2337.  “Estas atividades serão de suma importância para a difusão da cultura material e imaterial baiana e a visibilidade das produções de moda e design do estado da Bahia num intercâmbio com mulheres negras, pesquisadoras e artistas estadunidenses”, diz Carol.

O objetivo, segundo a estilista e pesquisadora, é potencializar uma repercussão positiva, fundamentada nos processos criativos, “a partir da exibição de peças fruto de reflexões sobre as relações entre moda, gênero, raça e cultura, materializadas nas ações de reaproveitamento de resíduos têxteis e na finalização da imagem de moda em interlocução com as comunidades quilombolas da região de Cachoeira”, acrescenta.

Gabriela Cruz – Rede Bahia

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By TNM
Load More In Moda

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

Documentário sobre genocídio da população negra é exibido no Festival de Gramado – TNM

Documentário sobre genocídio da população negra é exibido ...