Música

Pai de Beyoncé aponta colorismo na indústria musical

Em entrevista à revista Ebony, pai de Beyoncé e também seu empresário até 2011, Mathew Knowles apontou colorismo na indústria musical norte-americana ao supor que sua filha não faria tanto sucesso se tivesse a pele mais escura.

“Olhe para as artistas negras que tocam no rádio: Mariah Carey, Rihanna, Nicki Minaj e minhas filhas (Beyoncé e a irmã, Solange). E o que todas elas têm em comum?”, perguntou Knowles. O entrevistador não hesitou: “Elas são mais claras”. “Você acha que isso é por acaso? Quando o assunto são mulheres negras, ainda existe muito colorismo mesmo dentro da nossa concepção de afro-americanos”, explicou Knowles.

O homem negro de tom escuro contou ainda a dificuldade em entender sua ex-esposa e mãe de Beyoncé como negra: “Quando conheci Tina, achei que ela era branca. Na minha infância e adolescência existiu um condicionamento muito grande para achar mulheres negras mais claras mais bonitas”.

À direita, Tina Knowles, mãe de Beyoncé

À direita, Tina Knowles, mãe de Beyoncé

O professor universitário que escreveu um livro sobre racismo disse ainda que muitos homens negros ainda acham que namorar uma mulher branca ou de tom mais claro é uma maneira de ‘se vingar’ da sociedade.

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By Amanda Sthephanie
Load More In Música

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

Danna Lisboa lança clipe “Quebradeira” ft. Glória Groove neste sábado

  Você sem dúvidas já conhece Danna Lisboa. ...