Me Representa, Quadrinhos

Herói Negro: conheça a Máquina de Combate dos Vingadores

360e24_4ab3bc66d55d4714a0f0cd6a75b0d445

Relegado nos cinemas e as vezes esquecido nos quadrinhos, o coronel Jim Rhodes é um dos personagens mais interessantes da mitologia do Homem de Ferro. Criado em 1979 por David Michelini e Bob Layton, era um piloto de helicópteros que auxiliou Tony Stark enquanto o bilionário fugia do Vietnã. A amizade entre os dois continuou após a guerra e Rhodes e em 1983, o personagem passou de motorista a super-herói, sendo o primeiro a utilizar a armadura chamada de Máquina de Combate.

Por Rodrigo Cândido

Lado Negro da Força

Apesar de pouco publicado no Brasil, o cara tem várias fases bacanas e quase tantas reviravoltas quanto o personagem em que foi baseado. O problema é que nunca decidiram o que fazer com um herói tão ou mais poderoso que o Homem de Ferro, então ele tem várias fases totalmente destoantes.

James Rupert Rhodes começou a carreira como vingador na fase em que Tony Stark começou a perder suas industrias para Obadiah Stane e embarcou de vez no alcoolismo. Nessa época Stark tratava a identidade do Homem de Ferro como se fosse seu segurança, e para manter a farsa e sua identidade heróica na ativa, entregou a Rhodes o comando da armadura. Além de participar da fundação dos Vingadores da Costa Oeste, Rhodes também entrou nas Guerras Secretas originais, saga em que um alienígena chamado Beyonder criou um mundo para os super seres da Terra lutarem entre si e terem como prêmio qualquer desejo realizado.

Máquina de Combate surgiu tempos depois, já em 1992. Tony Stark sofria de uma doença nervosa e quase em seu leito de morte entrega para Rhodes o comando das Industrias Stark e sua nova armadura, muito mais voltada a uso militar que a do Homem de Ferro. Posteriormente é mostrado que Stark havia forjado sua morte,  e pela “falta de consideração”, Rhodes cortou relações com seu antigo amigo e passou a atuar de forma independente, o que deixou os roteiristas de seu título meio perdidos…pois como desvincular do Homem de Ferro um personagem com mesmo visual e os mesmos vilões ?

Daqui pra frente é muita gente tentando dar unidade ao herói, embora com poucos acertos.

Pra terem uma ideia do sofrimento que causaram ao personagem: primeiro o cara conseguiu ser líder de uma organização tão influente quanto a Shield (a Worldwatch) e no meio do caminho passou a utilizar um traje alienígena que ficou conhecido como Eidolon. O traje era poderosíssimo, mas foi destruído quando Rhodes o utilizou para apagar os registros da tecnologia Stark que iria ser roubada por outra compania. Depois disso teve que enfrentar um antigo amigo (Parnell Jacobs) que usando uma versão modificada da armadura Máquina de Combate tentou matar Tony Stark. Na sequência, atua como piloto de Sentinelas (que originalmente eram robôs caçadores de mutantes), é ferido mortalmente em Dubai e vira um ciborgue, volta a ser Máquina de Combate, torna-se o Patriota de Ferro, volta a ser Máquina de Combate e trabalha para Harry Osborn…

4ecb9e56-f841-4a0e-8cb1-454e7707f5e7Após a ida do personagem para os cinemas e interpretado pelo excelente ator Don Cheadle’, acreditei que ele teria mais destaque no universo Marvel e quem sabe até algum arco com mais destaque nas revistas do Homem de Ferro ou Vingadores. Infelizmente isso não aconteceu, e dizem as más línguas que o personagem morrerá para dar destaque a outra heroína negra que também vestirá armadura. Bem, a essa altura talvez até já saibam de quem estou falando…

Compartilhe esta notícia
Load More Related Articles
Load More By TNM
Load More In Me Representa

Facebook Comments

deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Além disso, verifique

Netflix e a diversidade refletida no conteúdo

A Netflix é um fenômeno no Brasil. A ...

Facebook

Newsletter